Bricsys dá 'segunda vida' para o formato de arquivo .dwg, afirma especialista

Cadastrado em 21/11/2016 11:50
Atualizado em 31/05/2017 17:34

Opinião por Portal Graphics

Bricsys dá 'segunda vida' para o formato de arquivo .dwg, afirma especialista

Há algumas semanas o especialista em mercado CAD Randall Newton comentou em artigo publicado na revista Digital Engineering sobre o BricsCAD V17 e os anúncios da Bricsys International Conference (BIC). Citando o CEO Erik De Keyser, Randall comenta que o BricsCAD apresenta um futuro seguro aos usuários de softwares .dwg que se encontram em meio aos debates relativos a forma de aquisição de software (licenças perpétuas Vs. assinaturas) e a amplitude dos recursos em uma mesma plataforma (CAD 2D Vs. CAD 3D).

Newton avalia que o AutoCAD da Autodesk, apesar da proeminência no mercado .dwg, tem sido apresentado como um representante do CAD do passado, com foco no projeto 2D, e que o futuro do CAD 3D tem sido posto em outras ferramentas da companhia. O analista ainda salienta que essa substituição de plataformas pode gerar uma necessidade de reaprendizado para os profissionais, o que pode ser algo realmente custoso aos atuais usuários .dwg.

O BricsCAD, por sua vez, apresentou na Bricsys International Conference em Munique, Alemanha, a versão 17 do software CAD que possui recursos avançados em 2D e 3D, se mostrando apta a entrar no debate do momento. Para Newton é segura a afirmação dada pelo CEO Erik de Keyser que o BricsCAD oferece uma ferramenta .dwg com licenças perpétuas e com recursos que vão muito além dos clones AutoCAD tanto para AEC (arquitetura, engenharia e construção) quanto para manufatura e mecânica.

Newton destacou também o CEO De Keyser ao descrever o caminho que a Audodesk está tomando um "caminho hostil ao usuário" quando propõe o aluguel de software, e cada vez oferece menos atualizações frequentes ao formato .dwg. "Doze milhões de usuários .dwg passaram três décadas nessa plataforma e gastaram uma fortuna em treinamento, [e agora] a Autodesk quer que eles recomecem", disse De Keyser. Os usuários .dwg e seus bilhões de desenhos merecem o desenvolvimento das suas plataformas tanto no âmbito 2D quando 3D, coisas que a Bricsys pode oferecer, admitiu o analista.

"Permaneça com .dwg" ("Stick with .dwg") foi o slogan da conferência, e a Bricsys vem provando ao longo dos anos que tem a vontade de se fazer um desenvolvedor para ser levado a sério, avaliou Newton. De Keyser anunciou que em 2015 a Bricsys investiu 47% das receitas em pesquisa e desenvolvimento, e promete que a empresa continuará fazendo isso. "Focar, mas ousar!" Foi o seu desafio para os desenvolvedores.

Para convencer o mercado do valor da mudança para Bricsys, De Keyser ofereceu cinco pontos-chave:

  1. Continuar a estender a viabilidade de .dwg, criando uma melhor tecnologia.
  2. Fornecer uma experiência de usuário familiar que requer treinamento no nível mínimo.
  3. Alavancar os investimentos passados, de clientes e desenvolvedores.
  4. Oferecer uma ampla variedade de aplicações.
  5. Aumentar a receita com melhores oportunidades de licenciamento e treinamento.

Veja mais alguns destaques do artigo sobre as atualizações no BricsCAD V17:

Para fabricação, a Bricsys oferece não somente o produto BricsCAD padrão, mas também um produto separado: BricsCAD Sheet Metal, uma ferramenta para projetos em chapa metálica, em 2D/3D, que usa superfícies em loft para criar recursos de forma em projetos em chapa metálica. Bricsys disse que seu método faz um trabalho melhor de ajudar desenhistas a criar produtos manufaturáveis, que mantem a integridade do modelo, com melhor desempenho do que soluções competidoras, para peças desdobradas, redobradas e modificadas.

Dmitry Ushakov lidera o desenvolvimento de ferramentas de modelagem mecânica na Bricsys como CEO da Bricsys Technology Russia. Ele disse que o mercado de hoje está em uma encruzilhada onde cinco necessidades estão atingindo designers mecânicos simultaneamente:

  1. Colaborar em ambientes multi-CAD;
  2. Usar e reorientar as enormes quantidades de dados herdados do formato .dwg;
  3. Fazer mudanças rápidas de projeto;
  4. Mudar o projeto de 2D para 3D para fins competitivos; e
  5. Ter mais integração entre design e fabricação.

Demasiado frequentemente, Ushakov diz, os projetistas têm que "pensar duas vezes antes de criar um modelo 3D, porque você cria não a geometria mas uma receita." Apesar de ter um corpo considerável de dados mais antigos do projeto 2D internamente, muitos projetistas são forçados a usar um outro produto de software 3D para todo o trabalho de design, forçando o custoso e demorado remanejamento.

A visão da Bricsys para o projeto de chapa metálica é baseada em cinco princípios fundamentais:

  1. Projetar deve ser tão fácil em 3D como é em 2D.
  2. Usuários de CAD devem ser capazes de criar, modificar e mover entidades em um projeto diretamente, independentemente do histórico de design.
  3. Geometria importada deve ser editável como se tivesse sido criada no BricsCAD.
  4. Não pode haver obstáculos à colaboração entre os usuários de outros sistemas MCAD, CAM e CAE.
  5. Em qualquer estado de design, o usuário deve ser capaz de adicionar ou alterar o comportamento paramétrico no modelo usando restrições 3D e fórmulas.

Importar montagens com materiais - Usando uma nova API LISP, extraia ambos os parâmetros da montagem e dos materiais.

Aplicar restrições 3D para elementos 2D - Aos elementos padrão 2D CAD, como linhas, arcos e círculos podem ser atribuídas restrições em 3D. Um exemplo seria uma linha associada a um sólido; Eles permanecerão ligados, mas não precisam compartilhar um plano comum. Bricsys disse que tal característica abre a porta a um projeto mais fácil de mecanismos complexos com geometria complexa, tal como um robô de formas irregulares. O comando pode ser usado para criar e restringir geometrias wireframe para criar um modelo com restrição em 3D.

Comparar 3D - Pesquise por semelhanças geométricas, incluindo geometria importada. No exemplo mostrado durante a demonstração na conferência anual de Bricsys, duas versões de um modelo de motor complexo foram posicionadas lado a lado na tela. O comando encontrou objetos idênticos, comuns a ambos os modelos, em menos de dois segundos.

O novo recurso Compare 3D do BricsCAD compara sólidos e superfícies 3D, incluindo geometria importada. Imagem cedida por Bricsys.

Trechos do artigo original escrito por Randall Newton no revista online Design Engineering, versionado ao português por Graphics. Confira aqui o artigo original (em inglês).


Tags da postagem

Conhecimentos Técnicos

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar